Hey Oh! Let's go!: A Viagem de Chihiro

Posted: sábado, 1 de maio de 2010 by OZURUBU in
5



A Viagem de Chihiro. (título original: Sen to Chihiro No Kamikakushi)

A primeira vista pode parecer um filme estranho, afinal, É mesmo um filme estranho. Mas que graça há em ser normal? Nenhuma, todo mundo sabe disso.

Animação de Hayao Miyazaki, a Viagem de Chihiro conta a história de uma garotinha que acha que o mundo gira em torno de si mesma, mimada tem que enfrentar uma mudança, lugar novo, escola nova, amigos novos. Mas, durante a viagem, o pai de Chihiro se perde e então eles descobrem um outro mundo, onde coisas fantásticas irão acontecer.

Muitas pessoas devem julgar o filme por ser uma animação, mas veja bem, não é qualquer animação, além de carregar o nome Miyazaki, que é famoso por seus trabalhos, ganhou o Oscar de melhor filme de animação entre vários outros prêmios. O filme visivelmente falando, não apresenta nada de inovador, apenas evidencia o estilo de Miyazaki. Bastante original e envolvente, nos mostra de forma linda e emocionante o ato de amar. A história é mesmo o mais marca e emociona no filme.

Dessa forma, eu indico A Viagem de Chihiro para todas as idades, mesmo que pareça, INICIALMENTE filme infantil, é longe disso, é perfeitamente perfeito! :D



por Teresa Albuquerque

5 comentários:

  1. Sim,sim a viagem de Chiriro,fala delicadamente sobre os problemas da sociedade e do misticism japonês ^^
    um ótimo filme!

  1. anderson says:

    Realmente eh muito massa!!! Já assiti uma vez, quero assitir de novo...

  1. Anônimo says:

    Interessante seu post, acho que vou deixar esse preconceito contra animes e vou assistir :)

  1. Anônimo says:

    RAPAZ, gostei, quero assistir esse filme! @_________@

  1. Mesmo não ganhando nenhum prêmio, esse filme já considerado um marco na animação. Inovou em algumas tecnologias e alguns movimentos fantásticos.

    Fora que a história é super bacana, instiga ao mistico e deixa todo mundo maravilhad pela criatividade que Myazaki dita um roteiro e faz um lindo filme.

    Post legal, parabens, Teresa!